Cruzeiro decepciona e perde para o Racing na estreia

Roger Pereira


BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) – O Cruzeiro decepcionou e saiu derrotado pelo Racing, da Argentina, por 4 a 2, nesta terça-feira (27), fora de casa, em sua estreia na Taça Libertadores da América. O time argentino com uma atuação irretocável de Lautaro Martínez, autor de três gols -Solari completou. Pela equipe brasileira, Arrascaeta e Robinho descontaram.
Com o resultado, o Cruzeiro ocupa a lanterna do Grupo 5, enquanto os argentinos estão na primeira colocação. Universidad de Chile e Vasco se enfrentarão em 13 de março pela primeira rodada. Os mineiros voltam a campo em 4 de abril contra os cariocas, enquanto o Racing visita os chilenos no dia anterior.
O destaque da vitória argentina foi Lautaro Martínez, que teve observação de Jorge Sampaoli, técnico da seleção argentina, no estádio El Cilindro. O atacante fez dois gols no primeiro tempo. Um em bola aérea de Neri Cardozo e outro aproveitando passe de Nery Dominguez após jogada ensaiada em cobrança de falta. No segundo tempo, ele contou com escanteio cobrado por Centurión para estufar a rede. Pelo Cruzeiro, o destaque negativo foi o zagueiro Manoel.
O Cruzeiro, que já não contava com o goleiro Fábio por causa da morte de seu pai, teve mais uma baixa importante logo no começo da partida. Fred queixou-se de dor na panturrilha direita e foi substituído aos 6min do primeiro tempo. Rafael Sóbis foi o escolhido de Mano Menezes para a vaga do centroavante. Esta é a segunda vez que ele machuca a panturrilha direita nos últimos oito meses.
E o Racing não demorou para abrir o placar. Martínez fez o primeiro aos 13min do primeiro tempo ao escorar no canto direito cruzamento em cobrança de falta frontal. O Cruzeiro foi para cima e alcançou o empate com um gol de cabeça de Arrascaeta, aos 29min, após cruzamento de Egídio em sua primeira assistência na temporada.
Depois de empatar, o Cruzeiro teve boas chances para virar o placar. Em uma delas, Arrascaeta acertou a trave direita, e em outra Rafael Sóbis obrigou o goleiro Musso a fazer bela defesa no canto direito.
Mas, antes do intervalo, veio a jogada ensaiada que recolocou o Racing na frente. E a bola sobrou para Martínez chutar no canto direito de Rafael aos 44min, fazendo o segundo gol.
Após o intervalo, o Cruzeiro tentou pressionar, principalmente após a entrada de Thiago Neves em lugar de Arrascaeta. Mas foi o Racing quem marcou. Primeiramente, Martínez fez boa jogada pela direita e chutou cruzado, obrigando Rafael a espalmar para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, o próprio Martínez cabeceu no canto esquerdo para fazer seu terceiro gol aos 17min.
Como o jogo não estava perdido, o Cruzeiro ainda tratou de assustar aos 24 min em uma cobrança de falta perfeita de Robinho. No entanto, o Racing mostrou que chegou forte para a Libertadores ao marcar o quarto gol, com Solari, que havia acabado de entrar, aos 31min, em um chute da direita, quase sem ângulo.

Arrascaeta se isolou como o terceiro maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro. O camisa 10 fez um gol na partida de estreia da equipe mineira na Copa Libertadores e chegou ao 37º pelo clube. Ele tem a um a mais que Montillo. O boliviano Marcelo Moreno, com 45, é o líder da disputa. O espanhol Fernando Carazo, com 44, ocupa a vice-liderança.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="483733" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]