Em convenção, PSDB descarta candidatura própria em Curitiba

Roger Pereira


O PSDB de Curitiba confirmou, em convenção realizada na noite desta quarta-feira, que não terá candidato próprio à prefeitura da capital nas eleições de outubro. Na convenção municipal, o partido apresentou chapa completa de candidatos a vereador e delegou à executiva da legenda a definição sobre a aliança que o partido formará na eleição majoritária. Partido do governador Beto Richa, o PSDB é cobiçado por quatro pré-candidatos: Gustavo Fruet (PDT), Rafael Greca (PMN), Ney Leprevost (PSD) e Maria Victória (PP). Numa eventual coligação com um desses nomes, o partido deverá indicar o candidato a vice-prefeito.

Pré-candidato tucano até a decisão desta quarta-feira, o deputado federal Paulo Martins, no entanto, afirmou que não colocará seu nome como candidato a vice. Ele disse compreender a decisão do partido de não lançar candidatura neste momento, mas afirmou não estar disposto a concorrer a vice-prefeito, preferindo, então, manter seu mandato de deputado federal. O vereador Professor Galdino, por sua vez, lamentou a decisão (tomada com 63 votos favoráveis, um contrário e uma abstenção) dizendo que queria ele ser o candidato do partido para ajudar o PSDB a eleger uma chapa maior de vereadores.

O presidente municipal da legenda, Juraci Barbosa Sobrinho, reforçou o que disse ontem ao Paraná Portal, explicando que os nomes que despontaram como pré-candidatos pelo partido são de lideranças jovens, que ainda precisam ser construídas e que poderiam ser queimadas caso fossem lançadas à disputa na eleição deste ano, marcada pelas incertezas quanto aos orçamentos e com tempo de campanha reduzido, o que, segundo ele, favorece os nomes mais conhecidos.

Juraci reafirmou, também que o apoio do PSDB pode ser decisivo numa eleição que tende a ser bastante disputada e que o partido exigirá um papel de destaque numa eventual coligação, tendo, além da indicação do vice, participação decisiva na elaboração do programa de governo. “O PSDB é forte, organizado na cidade, tem o governador do estado, um bom tempo de TV e sabe como governar Curitiba (Beto Richa foi prefeito por dois mandatos). Tudo isso precisa ser reconhecido pelos pretendentes a tê-lo como aliado”, destacou.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal