“Era propina mesmo, nada de caixa 2 ou doação a partido”, diz delator da Odebrecht

Roger Pereira


Em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente da Odebrecht Engenharia Márcio Faria da Silva afirmou que os pagamentos feitos pela Odebrecht em dois contratos para obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) eram referentes a propina acertada com os ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa e Renato Duque pela conquista dos contratos. “São propina – não tem nada de caixa 2, partido nem nada”, disse.

O ex-executivo explicou que, no primeiro contrato, do consórcio  Pipe-rack , formado por Odebrecht, UTC e Mendes Júnior, houve combinação do resultado da licitação, através do cartel das empreiteiras, mas, mesmo apresentando a menor proposta, o preço não ficou de acordo com a flutuabilidade de preços da Petrobras, que iniciou uma negociação direta com o consórcio. “A contrapartida para o pagamento de propina foi a não realização de um rebid (nova rodada de licitação) e a agilidade nesta negociação”, citou, informando ter acertado o pagamento de R$ 15 milhões à diretoria de serviços da Petrobrás, R$ 15 milhões à diretoria de abastecimento e R$ 15 milhões a um agente identificado como Tuma. O contrato era de R$ 1,8 bilhão.

No segundo contrato, alvo da denúncia, com o consórcio TUC Construções, entre Odebrecht, UTC e Toyo Setal, o delator citou que a Odebrecht entrou posteriormente no consórcio e, por isso, foi pago propina de R$ 60 milhões às diretorias de abastecimento e serviços da estatal, além de uma comissão de R$ 17 milhões ao lobista Júlio Camargo, que teria ajudado a empreiteira a ingressar no consórcio. Dos R$ 30 milhões devidos à diretoria de abastecimento, sob responsabilidade de Paulo Roberto Costa, Márcio Faria da Silva disse ter repassado R$ 7,5 milhões ao doleiro Alberto Youssef, “que era representante de um partido político”.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="444582" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]