Martelo ainda não foi batido, diz presidente do PSDB sobre apoio a Greca

Roger Pereira


O presidente municipal do PSDB em Curitiba, Juraci Barbosa Sobrinho, negou, na noite desta terça-feira, que o partido já tenha fechado adesão à candidatura de Rafael Greca (PMN), à prefeitura de Curitiba. Ele admitiu, no entanto, que as conversas avançaram bastante nesta manhã, mas esclareceu que ainda faltam detalhes para sacramentar a aliança.

“Todas as condições que colocamos para formar a aliança foram atendidas na reunião que tivemos nesta manhã. Mas ainda falta consultar nossos vereadores e saber, também, a opinião dos demais partidos da coligação”, disse. O único possível entrave pode ser a exigência do partido de ocupar a vice, reivindicação anteriormente feita pelo PSB, de Luciano Ducci, o primeiro partido a aderir à candidatura de Greca. Juraci acredita, no entanto, que a questão será resolvida sem maiores conflitos. “Mas em política, não se pode confirmar nada enquanto não estiver sacramentado”, pondera.

Vice definido

Enquanto nega que a coligação com o PMN de Greca já esteja fechada, Juraci afirma que o nome do candidato a vice-prefeito já está até definido. Trata-se do sub-chefe da Casa Civil do governo do Estado, Eduardo Pimentel, neto do ex-governador Paulo Pimentel. Nome que, inclusive, já teria recebido o aval de Greca.

Juraci também afirmou que não houve exigência de Greca quanto a uma participação ativa do governador Beto Richa na campanha. “A eleição é municipal, Beto é o governador do Estado, continuará exercendo seu mandato e, nos momentos livres para campanha política, terá que dar atenção aos aliados de todos os municípios. É lógico que todo mundo quer o apoio do governador, mas sua participação no processo não foi uma condição imposta pelo PMN. Vai de uma decisão pessoal do governador”, disse.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal