No dia dedicado ao engenheiro, conheça as áreas da Engenharia com maiores salários

Conteúdo patrocinado

Área é valorizada não somente por sua procura, mas pela importância do profissional para a sociedade
engenharia mecânica civil dia do engenheiro

As áreas de Engenharia atraíram muitos estudantes em 2019, segundo o Censo da Educação Superior 2019, realizado pelo Ministério da Educação. De acordo com a pesquisa, a Engenharia Civil teve mais de 240 mil matrículas e a Engenharia Mecânica ficou com amis de 27 mil inscritos.

Esse campo apresenta diversos benefícios para diferentes áreas, como a tecnológica, científica, econômica e social. Por isso, é muito comum ver estudantes de Engenharia ou pessoas interessadas em ingressar nos cursos.

O profissional da área pode atuar no ramo da construção, sendo também fundamental para a elétrica, mecânica, meio ambiente, eletrônica, dentre outras. Devido a sua importância para a sociedade, nada mais justo do que homenagear esse profissional com o Dia do Engenheiro, celebrado anualmente no dia 11 de dezembro.

Origem do Dia do Engenheiro

O dia 11 de dezembro foi escolhido para ser o Dia do Engenheiro por ser a data de publicação do Decreto de Lei nº 23.569, em 11 de dezembro de 1933. O documento regulamenta as profissões de engenheiro, de arquiteto e de agrimensor. Também no dia 11 foi criado o Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura, o CONFEA. O órgão é responsável pela fiscalização dos profissionais e da atuação profissional, verificando se os procedimentos acontecem dentro da legislação.

Quais são as áreas da Engenharia com maiores salários?

Abaixo listamos cinco cursos de Engenharia com os melhores salários. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que possui um registro dos profissionais contratados no regime de carteira assinada. Engenheiros que atuam com CNPJ, por exemplo, não fazem parte do cadastro, por isso os valores podem variar um pouco em relação à realidade do mercado.

Engenharia Mecânica: ao longo de cinco anos de estudos no curso de Engenharia Mecânica, o aluno será preparado para planejar e desenvolver equipamentos, veículos, sistemas e ferramentas relacionadas à indústria mecânica. Nos primeiros semestres, a grade curricular conta com disciplinas gerais das diferentes áreas da Engenharia para, em seguida, especificar os conteúdos à mecânica.

Salário: R$ 9.245,20.

Engenharia Elétrica: com um dos mercados que apresentam uma das maiores demandas por profissionais, o curso de Engenharia Elétrica forma engenheiros com habilidades para elaborar e avaliar projetos no segmento, projetar e instalar sistemas, equipamentos e dispositivos elétricos.

Salário: R$ 8.140,39 Engenharia de Produção: a graduação em Engenharia de Produção possui cinco anos de duração e titulação de bacharelado. O objetivo do curso é formar profissionais aptos a contribuir para melhorias nos resultados dos negócios na indústria, comércio e empreendimentos.

Salário: R$ 7.870,96

Engenharia Eletrônica: o curso de Engenharia Eletrônica possibilita uma formação atual, com disciplinas das ciências exatas e conteúdos específicos e práticos da eletrônica. Formado, o profissional encontra oportunidades de emprego em indústrias, laboratórios de pesquisa e empresas de consultoria.

Salário: R$ 7.552,11

Engenharia Civil: uma das graduações mais populares da Engenharia, o curso de Engenharia Civil capacita profissionais para atuar nos diferentes segmentos relacionados a obras e edificações. O profissional elabora projetos, planeja, realiza vistorias e avalia empreendimentos público e privados.

Salário: R$ 7.465,51

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="733921" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]