Dia do Estagiário: data reforça a importância da etapa para carreira profissional

Conteúdo patrocinado

Profissionais relembram época como estagiários e aconselham quem pensa em iniciar um estágio

Comemorado nesta quarta-feira (18), em todo o país, o Dia do Estagiário reforça a importância para o desenvolvimento na prática do currículo estudantil, seja no fim do ensino médio ou início de uma graduação, possibilitando conhecer a dinâmica do mercado de trabalho também enquanto estuda.

Para o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), o Dia do Estagiário também tem como função debater a inclusão do modelo de teletrabalho aos estagiários. Viabilizado pelo Ministério Público do Trabalho por meio de uma nota técnica para outras profissões na pandemia, até o momento não está previsto na Lei de Estágio.

Para Luiz Gustavo Coppola, superintendente Nacional de Atendimento do Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, “é necessário aproveitar todo o potencial e desenvolvimento do programa de estágio no “novo normal” em que as relações de trabalho e estudo a distância se fortaleceram”.

De acordo com dados mais recentes do CIEE, no primeiro semestre de 2020 houve 106.069 vagas abertas em todo o país. Mesmo na pandemia, o número saltou para 106.069, 266 mil vagas a mais. Segundo pesquisa da instituição, encomendada ao IBOPE, 46% dos estagiários passaram a trabalhar remotamente. Enquanto 54% seguiram presencialmente.

(Foto: Acervo pessoal)

Muita expectativa, anseio por fazer tudo que aprendeu na faculdade e medo de errar são as principais lembranças de Cláudia Dowsley, de 33 anos, formada em Ciências Contábeis. Hoje, com 15 anos de carreira e importantes conquistas profissionais, ela analisa que um dos pontos positivos do estágio é fazer com que o estudante encontre, na prática, o que mais gosta da profissão que escolheu para a vida.

“Quando somos estagiários, queremos experimentar tudo de uma vez, né? E acho que o legal é quando se trabalha em uma empresa que dá essa oportunidade de conhecer as coisas. Porque o bom é isso, você vai numa área, aprende algo e daqui a pouco você tem a oportunidade de aprender outra coisa em uma área diferente”, avalia Cláudia, que atualmente é gerente de negócios do Grupo Trino, em Recife, e tem no currículo MBA em Gestão Empresarial e Gestão Comercial e Vendas, ambos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para a profissional, o estágio foi importante para ela definir o que mais gostava de fazer enquanto contadora. “O estágio é fundamental para criar uma personalidade e se encontrar na área em que a pessoa se encaixa mais. Você estagia e de repente descobre que não gosta do trabalho. Veja como é importante até para não perder tanto tempo fazendo uma faculdade que no futuro não vai agradar”, diz.

Quem também tem boas lembranças do período de estágio é a comunicóloga Larissa Mesquita, 26. Há um ano efetivada na empresa em que executou por dois anos o segundo estágio do currículo, ela analisa o período como “um momento importante de aprendizado, de dedicação e, acima de tudo, de realização”.

“O estágio é o primeiro contato do estudante com o mercado de trabalho e as funções da área que ele escolheu. Por isso, é preciso aproveitar bastante o período de contratação e passear pelas diversas funções possíveis”, aconselha Larissa.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="784057" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]