Patrocinados Patrocinado
Compartilhar

Escolas de ensino médio integral receberão R$ 118 milhões do MEC

O Ministério da Educação (MEC) liberou o montante de R$ 118 milhões para ser investido em escolas em tempo integral. A d..

Conteúdo patrocinado - 18 de novembro de 2019, 15:17

Portrait of beautiful young woman walking in college corridor with students standing in background. Female student in university campus.
Portrait of beautiful young woman walking in college corridor with students standing in background. Female student in university campus.

O Ministério da Educação (MEC) liberou o montante de R$ 118 milhões para ser investido em escolas em tempo integral. A decisão, já publicada no Diário Oficial da União, contempla 18 estados para a implementação de escolas que se encaixem ao modelo novo do Ensino Médio.

O valor liberado integra a segunda parcela de incentivos previstos pelo programa, que começou a repassar recursos para as instituições educacionais ainda em 2018, ano em que houve a nova Reforma do Ensino Médio que destacava o aumento progressivo da carga horária das escolas, alcançando o modelo integral.

O estado que recebeu maior número de recursos foi o Ceará, com cerca de R$ 19,5 milhões. Na sequência, vêm Pernambuco, com cerca de R$ 15,2 milhões; Goiás, com R$12, 9 milhões e Rio de Janeiro com uma verba de cerca de R$ 10,3 milhões.

O projeto visa ampliar a carga horária do Ensino Médio de quatro para sete horas diárias. Na reforma, a meta é que dentro de um período de cinco anos as escolas já tenham carga de 1000 horas anuais, o que corresponde a cinco horas por dia. Já o planejamento final é chegar a 1.400 horas anuais, alcançando o regime integral cursando sete horas diárias.

Para quem não pode pagar o valor de uma mensalidade em escolas integrais, há opções como o Educa Mais Brasil. O programa oferece bolsas de estudo para várias modalidades de ensino e já beneficiou mais de 1 milhão de estudantes em todo o país. Acesse o site do programa e confira todas as oportunidades. Para escolas de ensino integral ou parcial os descontos podem chegar a 50% nas mensalidades.

Agência Educa Mais Brasil