Estudantes de graduação vão receber diploma digital, informa MEC

Conteúdo patrocinado

universidades

A emissão dos diplomas digitais em universidades brasileiras foi anunciada pelo Ministério da Educação (MEC) nesta quarta-feira (16) para trazer mais praticidade, sustentabilidade e segurança na certificação do ensino superior. O prazo estabelecido pelo MEC é que até o fim de 2021 as instituições de ensino estejam adequadas a esse processo.

A adoção ao sistema de emissão de diplomas digitais acontecerá primeiro com as 69 universidades federais e os 41 institutos federais de ensino. Depois, o sistema deverá ser ofertado às instituições privadas. Tanto a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) quanto a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) já estão aptas a emitir diplomas em formato digital. A emissão dos diplomas digitais em ambas as universidades teve início nesse mês de dezembro, por meio da parceria com Rede Nacional de Ensino e Pesquisa.

De acordo com justificativa do MEC, o diploma no formato digital permitirá a redução do tempo e do custo para emissão do documento. A versão digital será semelhante ao documento tradicional e o documento será validado através da assinatura das instituições com certificado digital e o carimbo de tempo, que ateste a data e hora de assinatura do diploma.

A novidade que será implementada gradativamente, deve contemplar, no primeiro momento, apenas os alunos que estão se formando. No entanto, a expectativa é de que o benefício chegue, também, para aqueles que já possuem um diploma de graduação.

Ainda segundo o Ministério da Educação, até o fim do primeiro semestre de 2021 estará disponível um portal nacional com o intuito de verificar a autenticidade dos diplomas.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="734920" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]