Fies 2020.2 divulga resultado dos pré-selecionados nesta terça (4)

Conteúdo patrocinado

Prazo para complementar inscrição também começa hoje
fies, fundo de financiamento estudantil, ensino superior, fies 2020, bolsas de estudo, educa mais brasil, resultado, lista, selecionados, aprovados

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) divulga a partir desta terça-feira (04) o resultado do processo seletivo referente ao segundo semestre de 2020. Nesta edição foram disponibilizadas 30 mil vagas em cursos de graduação, ofertadas mais de 1,3 mil instituições de ensino superior. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o sistema registrou 107.875 mil inscritos.

Os pré-selecionados no Fies devem realizar complementação da inscrição entre hoje e a próxima quinta-feira (06), até as 23h59, no endereço http://fies.mec.gov.br. Já aqueles que não foram selecionados nessa etapa estarão automaticamente inclusos na lista de espera para disputar uma das vagas do financiamento. O prazo de convocação é até o dia 31 de agosto.

Fui aprovado, o que fazer?

Após a complementação da inscrição no site do Fies, o estudante deve procurar CPSA da instituição de ensino em que deseja estudar (confira aqui o que é) para validar as informações fornecidas em até cinco dias, contados a partir do dia posterior ao da complementação da inscrição. Após esse processo, o candidato deverá procurar um agente financeiro (banco) para que seja emitido um contrato de assinatura do benefício.

Sobre o Fies

O financiamento é destinado a cursos superiores em instituições de ensino privadas. Para participar, o candidato deve ter uma renda per capita de até três salários mínimos ou de até cinco salários mínimos para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

A parte do curso que será financiada pelo Fies só deve ser paga após o estudante concluir a graduação de acordo com o valor das parcelas fixadas em contrato no momento da adesão ao programa junto com o banco. Semestralmente, os beneficiários precisam fazer a renovação do Fies por meio do aditamento, esse procedimento é obrigatório para garantir a continuidade no programa.

*Com informações do MEC

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Previous ArticleNext Article