Revalida 2021: pedido de recursos para documentos indeferidos deve ser feito a partir de hoje

Conteúdo patrocinado

Provas da primeira etapa do exame serão aplicadas no dia 5 de setembro
revalida

Candidatos que tiveram documentos recusados na etapa de análise do Revalida 2021 têm de hoje, 21, até a próxima sexta-feira, 25, para entrar com recurso e solicitar uma nova avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela avaliação.

O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2021, tem o objetivo de avaliar as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

Quem for solicitar o recurso precisa antes identificar o motivo da reprovação dos documentos, se for o caso, cuja consulta está disponível desde o dia 18 de junho no Sistema Revalida.

Então, o participante deverá inserir as informações e a nova documentação que comprove a formação em Medicina, bem como a necessidade de atendimento especializado ou de tratamento pelo nome social, se solicitados, de acordo com o edital do exame. Os resultados dos recursos poderão ser consultados a partir do dia 30 de junho no Sistema Revalida.

Nesta edição, as provas da primeira etapa do Revalida serão aplicadas no dia 5 de setembro, em oito capitais brasileiras: Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Salvador (BA) e São Paulo (SP). Os participantes realizarão duas provas escritas: uma objetiva e outra discursiva.

O exame é aplicado pelo Inep desde 2011, e busca subsidiar a revalidação, no Brasil, do diploma de graduação em Medicina expedido no exterior. É composto por duas etapas que abordam, de forma interdisciplinar, as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina da família e comunidade (saúde coletiva).

*Com informações do Inep

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="771264" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]