Saúde bucal: o que a boca tem a ver com as emoções?

Conteúdo patrocinado

Talvez você não saiba, mas a grande maioria das doenças ou incômodos – como dor na coluna, problemas respiratórios, estresse – pode estar ligada à boca, principalmente interligada com os dentes. A saúde bucal tem relação direta com o bom funcionamento do organismo.

A profissional em odontologia e Biocibernética Bucal, Rose Meire Sousa, alerta sobre a importância de uma postura bucal para o bom funcionamento corporal. “Cada dente está inter-relacionado com órgão ou sistema do corpo. É preciso entender que cada movimentação que é feita na boca vai ter um desdobramento de forma sistêmica nos órgãos e na parte psíquica, na própria estrutura emocional”.

O sistema da boca pode influenciar problemas como doenças autoimunes, obesidade, câncer, além de outros diagnósticos. Esses alertas vêm movimentando profissionais tanto da Odontologia quanto da Medicina para dar mais atenção à saúde bucal. Especialistas da área de vários países falam até em “trazer a boca de volta ao corpo”.

Para traçar o diagnóstico adequado tudo começa com uma anamnese. “Com isso, vejo o que está funcionando e também o que não está e traço o planejamento do tratamento. A primeira proposta é fazer um resgate postural porque cada um de nós possuí uma postura original”, explica.


Através de um aparelho a especialista analisa a estrutura bucal e avalia de forma sistemática. Só então “desenho o aparelho para resgatar uma postura bucal. Os aparelhos servem para resgatar essa postura e melhorar os aspectos físicos e os problemas: digestivos, problemas de coluna, problema respiratório, disfunção da articulação temporomandibular (ATM)”.

A odontóloga afirma que muitas dessas disfunções podem estar ligadas também às questões culturais, como por exemplo, como a amamentação. “A forma do bebê puxar o leite pode traçar todo o sistema de disfunção bucal”, acrescenta.

Os dentes e as inter-relações emocionais

É importante sempre ser acompanhado por um especialista da área, além de prevenir doenças, você pode descobrir problemas que talvez nem associe a questões da saúde bucal. A especialista Biocibernética Rose Meire pontua que cada dente ou posição dele corresponde a uma parte emocional ou psíquica. Ou seja, cada dente caracteriza uma emoção, como por exemplo os incisivos centrais (os dois dentes da frente) estão ligados ao comportamento, a personalidade, à forma como você se comporta na vida.

Veja vídeo explicativo – os dentes e as inter-relações com as emoções.

Vanessa Casaes – Agência Educa Mais Brasil

Post anteriorPróximo post