O mistério do quadro roubado do Jockey Club

Jordana Martinez


Leopoldo Scremin/ Jockey Club

Depois de quase sete meses de investigação, a polícia ainda não tem pistas do paradeiro do quadro roubado da sala da presidência do Jockey Club do Paraná. A obra do renomado artista Artur Nisio, que decorava a sala do mandatário do tradicional clube de corridas, foi dada como “desaparecida” no dia da posse da nova diretoria do clube, em 02 de Dezembro de 2015.

Em 25 de Janeiro, depois de longa busca interna e de consulta aos antigos diretores sobre o paradeiro da obra, o Jockey Club, através de seu advogado José Cid Campêlo Neto, formalizou boletim de ocorrência na Delegacia de Furtos e Roubos da Capital. Porém, até agora as investigações não chegaram a lugar nenhum.

A obra retrata o cavalo Mialque, vencedor do Grande Prêmio Paraná de 1943, e é de valor inestimável tanto para o clube quanto para a sociedade turfística, uma vez que decorava a sala da presidência desde a década de 60.

Quem souber ou tiver alguma pista sobre o paradeiro da obra de arte, pode entrar em contato com Delegacia de Furtos e Roubos da Capital pelo fone 41-32186100, ou diretamente com o Jockey Club do Paraná, pelo fone 41-30752121.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.