Sargento é internado em estado grave após confronto e amigos pedem doações de sangue

Mariana Ohde


É grave o estado de saúde do sargento Wellington de Matos, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). O policial foi atingido na perna por um tiro de grosso calibre, à queima roupa, nesta terça-feira (9) à noite, em uma abordagem no município de Itaperuçu, Região Metropolitana de Curitiba.

O suspeito foi baleado pelos colegas do sargento e morreu no local. Devido à gravidade do ferimento, os policiais decidiram transportar o sargento dentro da viatura e, na Rodovia dos Minérios, encontraram a equipe do Siate, que se dirigia até a ocorrência.

Na ambulância, o sargento precisou ser entubado e perdeu os sentidos antes de chegar ao Hospital Evangélico. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o policial teve uma hemorragia muito grave e permanece na UTI.

Nas redes sociais, amigos e colegas pedem doações de sangue em nome de Wellington Matos. As doações podem ser feitas no Hemepar (Travessa João Prosdócimo, nº 145, Alto da XV). É aconselhável ligar para o Hemepar antes de ir até o local, pois o sangue doado tem data de validade e o centro não pode receber grandes quantidades em um período pequeno de tempo.

(Com informações da BandNews Curitiba)

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal