Em vídeo, Temer diz que assiste a “muitas séries” e viu La Casa de Papel

Mariana Ohde

Os vídeos são produzidos pela equipe do governo e voltados para o público jovem.

Em dois vídeos publicados nesta terça-feia (15), nas redes sociais, o presidente Michel Temer afirmou que é fã de séries e que assistiu à La Casa de Papel, série da Netflix em que assaltantes invadem e mantêm reféns na Casa da Moeda da Espanha.

No vídeo, o presidente conversa com Nina França, personagem das redes sociais do Palácio do Planalto, criada com o objetivo de conversar com o público jovem.

“Eu leio muito, mas vejo muitas séries. Eu vi uma série sobre o [Donald] Trump, uma série interessante, de quatro capítulos. Assim como aquele a Casa de Papel, e outras tantas séries que eu vi ao longo do tempo”, diz Temer.

O presidente também recomenda uma série a respeito da 2ª Guerra Mundial: “Ma-ra-vi-lho-so”, diz. “Você fica tendo contato com fatos reais, mas por meio de uma série.”


A entrevistadora, então, pede um recado aos seguidores. “Otimismo. Principalmente da juventude, nós dependemos muito da juventude”, diz Temer. “Quando eu era jovem, acreditava muito no futuro. Quero que vocês acreditem no futuro, especialmente o futuro do Brasil, porque o Brasil depende de vocês”.

Em um primeiro vídeo, publicado cerca de uma hora antes, Temer fala sobre o balanço de dois anos de governo que seria apresentado em seguida. Ele também comenta, brevemente, a rotina como presidente.

“Tenho tido, ao longo do tempo, essa serenidade que nos permitiu fazer pelo Brasil tudo que fizemos. Agora, é trabalho das 8 à meia-noite, todos os dias”.

Os vídeos com a personagem Nina começaram a ser produzidos na última semana em uma tentativa de alcançar o público jovem e melhorar a imagem de Temer – que, segundo a Datafolha, tem rejeição de cerca de 70% desde o início do ano.

Descontraídos, os vídeos são filmados no Palácio do Planalto, com duas câmeras, uma delas nas mãos da personagem, que usa uma linguagem sempre informal. Nina também incentiva a interação com os seguidores por meio da hashtag #FalaGoverno.

Post anteriorPróximo post
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal
Comentários de Facebook