Política
Compartilhar

Ex-secretário-geral do PT será interrogado por Moro

O ex-secretário-geral do Partido dos Trabalhadores (PT), Silvio Pereira, e outros quatro réus serão interrogados hoje (1..

Thaissa Martiniuk - Bandnews FM Curitiba - 17 de agosto de 2018, 10:58

Foto: Rodolfo Buhrer / Paraná Portal
Foto: Rodolfo Buhrer / Paraná Portal

O ex-secretário-geral do Partido dos Trabalhadores (PT), Silvio Pereira, e outros quatro réus serão interrogados hoje (17) pelo juiz Sérgio Moro em ação penal relacionada a 27ª fase da Operação Lava Jato. Pereira chegou a ser preso, acusado de receber mais de R$ 1 milhão em propina, mas foi solto após cinco dias.

Ele foi denunciado na Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro. Entre os réus também estão o ex-presidente da construtora OAS, Léo Pinheiro, e o ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque.

Os interrogatórios dos acusados estão previstos para começar às 14h desta sexta-feira. Neste processo, Silvio Pereira teria recebido propina da empresa de engenharia GDK e da OAS no esquema de corrupção da Petrobras.

Em troca, ele teria favorecido as empresas na licitação de um módulo da Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas, em Linhares, no Espírito Santo, entre 2004 e 2005. Como vantagem indevida, Silvinho, como é conhecido, teria recebido um carro de luxo avaliado em meio milhão de reais.

O Ministério Público aponta, ainda, Pereira como um dos responsáveis pelas indicações para o preenchimento de cargos e funções públicas na administração pública federal.

Depois do último interrogatório será aberto prazo para as alegações finais da acusação e da defesa. Cumprida essa etapa, o juiz Sérgio Moro pode proferir a sentença.