Ex-diretor do DER-PR deixa a prisão com tornozeleira eletrônica

BandNews FM Curitiba

Ele foi preso no final de fevereiro, na 48ª fase da Operação Lava Jato.

Com tornozeleira eletrônica, o ex-diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), Nelson Leal Júnior, deixou a carceragem da Superintendência Federal do Paraná, em Curitiba, nesta segunda-feira (28).

Leal Júnior saiu por volta do meio-dia. Réu pelos crimes de lavagem de dinheiro, estelionato e organização criminosa, o ex-diretor contratou, em abril, os advogados Tracy Reinaldet e Gustavo Sartor, especialistas em delações premiadas.

Ele foi preso no final de fevereiro, na 48ª fase da Operação Lava Jato, chamada Operação Integração, a primeira voltada para o Paraná. A operação prendeu Leal Júnior, e outras seis pessoas, entre elas dirigentes das empresas Triunfo e Econorte.

O Ministério Público Federal sustenta que propinas e vantagens foram pagas a Leal Júnior e outros funcionários do órgão em troca de favorecimento nos aditivos dos contratos de pedágio da concessionária de rodovias Econorte.


De acordo com o MPF, o pedágio cobrado nas rodovias da Econorte era mais caro do que o estabelecido em contrato por causa da corrupção. Leal, que estava preso no Complexo Médico Penal, em Pinhais, região metropolitana, foi transferido para a Superintendência da Polícia Federal, em um indicativo de que estaria negociando acordo de delação.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook