Política
Compartilhar

Mais um processo contra Lula na Lava Jato chega à reta final

O juiz federal Sérgio Moro determinou a abertura de prazo para que as partes apresentem as alegações finais em mais um p..

Mariana Ohde - 15 de setembro de 2018, 10:32

Foto: Danilo Verpa / Folhapress
Foto: Danilo Verpa / Folhapress

O juiz federal Sérgio Moro determinou a abertura de prazo para que as partes apresentem as alegações finais em mais um processo envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato. A decisão é desta sexta-feira (14). As alegações finais são a última etapa antes da sentença.

Moro deu o prazo de dez dias para o Ministério Público Federal (MPF), três dias para a Petrobras, contados do fim do prazo do MPF. As defesas terão 13 dias para apresentar suas alegações após este período. Os prazos só passam a contar após as partes serem notificadas pela Justiça.

Após as alegações finais, não há prazo definido para que Moro profira a sentença.

Neste processo, Lula é suspeito de receber propina da Odebrecht por meio de um terreno para uma nova sede do Instituto Lula - que não foi construída - e um apartamento em São Bernardo do Campo (SP). A denúncia foi feita no final de 2016. A defesa de Lula nega as acusações.

Ainda na Lava Jato, Lula é réu em processo que indica que a construtora OAS teria pago propina a ele por meio de benfeitorias em um sítio em Atibaia (SP). Neste processo, ainda há audiências a serem realizadas. Recentemente, Moro adiou o interrogatório de Lula e de outros réus para novembro, depois do período eleitoral.

O ex-presidente está detido desde o dia 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba em decorrência da condenação, em segunda instância, a 12 anos e um mês de prisão, no caso do triplex do Guarujá (SP), também investigado na Operação Lava Jato.