Dois deputados paranaenses têm bens bloqueados por uso indevido de verba

Mariana Ohde


Por Metro Curitiba

Uma decisão liminar da 2ª Vara da Fazenda Pública de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, determinou o bloqueio de bens dos deputados estaduais Alexandre Guimarães (PSD) e Elio Rusch (DEM) por irregularidades em verbas de alimentação.

Segundo ação do MP-PR, Guimarães teria utilizado sua verba de ressarcimento para custear alimentação de familiares e pessoas estranhas ao seu gabinete entre janeiro de 2015 e fevereiro de 2017, com carne para churrasco, bebidas para festas e grandes quantidades de pizzas para entrega em domicílio.

Já Rusch preside a Comissão de Tomadas de Contas da Casa de Leis. De acordo com o MP-PR, como responsável por analisar e aprovar as contas das verbas de ressarcimento, ele agiu de forma conivente.

O bloqueio dos dois alcançou R$ 47,9 mil – valor do prejuízo causado aos cofres públicos com acréscimo de multa. Além do bloqueio de bens de automóveis e de imóveis.

Guimarães informou que não foi intimado oficialmente da decisão, mas que não procede a informação da utilização de verbas de ressarcimento para custear alimentação de familiares. Rusch também aguarda intimação oficial.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="460747" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]