70% dos casos envolvendo autoridades no STF e STJ são por corrupção

Jordana Martinez


Redação com agências

A cada dez casos em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ)  envolvendo autoridades, sete tratam de crimes relacionados à corrupção.

O balanço foi divulgado pelo Ministério Público Federal e pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) nesta segunda-feira (04) um evento referente ao Dia Internacional de Combate à Corrupção, celebrado no dia 9 de dezembro.

Segundo o MPF, tramitam no Supremo 95 ações penais e 439 inquéritos relacionados a autoridades com prerrogativa de foro por função, como presidente da República, vice, deputados federais, senadores e ministros de Estado. No STJ, que julga casos de crimes comuns envolvendo governadores, desembargadores, membros do Ministério Público e conselheiros dos Tribunais de Contas, são 72 ações penais, 101 inquéritos e 54 sindicâncias.

Em 2017, foram pelo menos 40 operações de combate à corrupção executadas em todo o país pelo Ministério Público, em parceria com outros órgãos.

“O Mensalão e a Lava Jato são marcos exitosos desta empreitada. Há um longo caminho pela frente… Antes, o risco de ser corrupto era quase zero, temos de aumentar esse risco com punições para desestimular os infratores”, afirmou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Delação premiada

Neste ano o MPF firmou 18 acordos de leniência com empresas investigadas em casos de corrupção, envolvendo valores que chegam a R$ 24 bilhões.

“A corrupção precisa cessar. Temos instrumentos novos que continuaremos usando: a colaboração premiada, os acordos de leniência, as forças-tarefas, a execução da pena após a condenação em segunda instância, a lei da ficha limpa”, disse Raquel Dodge.

“Se a corrupção continuar em níveis tão elavados e perdermos os instrumentos jurídicos que realmente nos permitem enfrentá-la, o Brasil sofrerá um duro golpe de perder o futuro promissor e ter de viver em um presente marcado pela desonestidade e pela desconfiança”,afirmou.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.