Política
Compartilhar

74,7% não votariam em Temer, diz Paraná Pesquisas

O governo de Michel Temer (PMDB) enfrenta piores níveis de aprovação desde que tomou posse à frente do Planalto, em 12 d..

Narley Resende - 12 de dezembro de 2016, 10:52

O governo de Michel Temer (PMDB) enfrenta piores níveis de aprovação desde que tomou posse à frente do Planalto, em 12 de maio. Para 68,3% da população, segundo levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado hoje (12), o peemedebista não é o político mais adequado para governar o Brasil neste momento.

A gestão de Temer completa exatos 7 meses hoje. Perguntados se votariam em Temer, olhado o país a partir de hoje, 74,7% responderam que não. Apenas 19,6% disseram que votariam no atual presidente.

Só 15,9% da população avalia a gestão do peemedebista como ótima ou boa. Por outro lado, o governo Temer é desaprovado por 64,3% dos brasileiros. Os descontentes eram 50,4% no último levantamento, feito em agosto.

A pesquisa foi realizada de 6 a 8 de dezembro, portanto, antes do vazamento do termo de delação do ex-executivo da Odebrecht Claudio Melo Filho. Foram entrevistadas 2.016 pessoas em 152 municípios do país de 25 unidades federativas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Eleições diretas e intervenção

Se Michel Temer por algum motivo perder o mandato a partir de 2017, o substituto deve ser escolhido de forma indireta pelo Congresso. Ou seja, a votação será feita por deputados e senadores, como manda a Constituição. Confrontados com essa possibilidade, 90,8% dos entrevistados pedem eleições diretas.

Sobre intervenção militar, 59,2% se dizem contrários e 35,1% favoráveis, de acordo com a pesquisa. Por outro lado, 68,6% das pessoas ouvidas são favoráveis ao fechamento do Congresso Nacional e querem novas eleições para deputados e senadores. Apenas 26,1% não querem a dissolução da casa.

Sobre a pergunta se o eleitor vai votar em um candidato político, de carreira ou em novo, que nunca participou da política, a resposta também é pela preferência do novo: 49%, enquanto 32,2% preferem votar em um político de carreira.

Comparação de Temer com Dilma Rousseff

Apenas 30,3% acreditam que o governo de Michel Temer está indo que melhor que o da ex-presidente Dilma Rousseff: 38,1% avaliam de maneira igual os dois governos, enquanto 27,6% acham que a gestão petista foi superior.

Economia 

A crença de que a crise econômica iria regredir com o peemedebista no comando do país perde força a cada dia. Para 46,9% dos brasileiros o desemprego continuará aumentando. Só 23,6% acreditam em uma recuperação na quantidade de postos ocupados.

Apenas 23,9% da população se diz otimista com a economia do país. Os pessimistas já são 54,9%. Na última pesquisa, em agosto, os otimistas ainda estavam em maior número. Eram 39,4% contra 35,9% de pessimistas.

Lava Jato e Abuso de Autoridade

"Independentemente dos resultados da Operação Lava Jato", 69,8% dos entrevistados  é a favor de uma lei mais rígida para punir juízes e membros do Ministério Público que cometam abuso de autoridade e outras ilegalidades. Apenas 26,1% são contrários, de acordo com o Paraná Pesquisas.

A pesquisa abordou a opinião dos entrevistados sobre a Lava Jato em si. Para 63,1% deles, a operação traz mais benefícios que prejuízos; 25,3% responderam que a operação é prejudicial ao país.

Íntegra da pesquisa

Sobre avaliação situação política eleitoral 

Sobre avaliação da administração federal 

Sobre avaliação da situação econômica e mercado de trabalho

Sobre avaliação de uma possível intervenção militar provisória e legalização do aborto

Sobre avaliação da Operação Lava Jato e a Lei de Abuso de Autoridade