Alvaro Dias espera “herdar votos” de Joaquim Barbosa

Jordana Martinez


O pré-candidato do Podemos à Presidência da República, Alvaro Dias, afirmou nesta terça-feira (8) que espera “herdar os votos” que seriam destinados ao ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa.

A afirmação foi feita durante entrevista coletiva à imprensa depois de palestra a prefeitos de todo o país organizada pela Frente Nacional de Prefeitos e realizado, nesta terça-feira(8), em Niterói(RJ).

“Tenho grande admiração pelo ex-ministro Joaquim Barbosa… a ausência dele no processo eleitoral certamente empobrece o debate. Ele qualificaria o debate com a sua presença, sobretudo em razão ao seu histórico mais recente, especialmente conduzindo o STF no momento histórico do mensalão”, disse.

Alvaro Dias afirmou ainda que seria “uma honra” ter a colaboração do ex-ministro no projeto de governo com ideias e sugestões que “possam contribuir para a formatação de um programa de modernização das estruturas públicas do país e reabilitação das nossas instituições, certamente valorizando o combate à corrupção.

“Certamente a ausência dele deixa espaço aberto no campo da ética, para os brasileiros que priorizam a certamente a ética como um pressuposto básico indispensável para sua escolha. Eu espero sim herdar votos do Joaquim Barbosa”, avaliou.

Decisão de “foro íntimo”

Nesta terça-feira, o ministro Joaquim Barbosa anunciou, em mensagem no Twitter, que não disputará a eleição para a Presidência da República.

“Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a presidente da República. Decisão estritamente pessoal”, escreveu.

Barbosa havia se filiado ao PSB na data limite para disputar eleições, em 7 de abril. À época, fez um tímido anúncio em sua conta do Facebook, disponível apenas para amigos.

Desde então, ele e a legenda vinham fazendo mistério sobre as reais pretensões da candidatura.
O ex-ministro, que ficou conhecido por ter sido relator do mensalão, apareceu em terceiro lugar no último Datafolha, entre 8% e 10%, a depender do cenário. Ele ficava atrás apenas do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e da ex-ministra Marina Silva (Rede).

Previous ArticleNext Article
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
[post_explorer post_id="521939" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]