Após cassação de Francischini, Alep empossa 4 novos deputados

Leonardo Gomes - BandNews FM Curitiba

alep assembleia legislativa do parana

Após a cassação de Fernando Francischini (PSL), a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) empossa quarta-feira (3) quatro novos deputados estaduais.

Os políticos assumem as vagas deixadas após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenar Francischini por divulgação de notícias falsas sobre uma suposta fraude nas urnas eletrônicas, nas eleições de 2018.

Foi a primeira vez que a Corte formou maioria e cassou o mandato de um político que fez ataque às urnas eletrônicas. Francischini alegou que as falas estavam protegidas por imunidade parlamentar e afirmou que recorrerá da decisão. A informação é da BandNews Curitiba.

Além da cassação, o TSE determinou a anulação dos votos de Francischini e o recálculo do quociente eleitoral. Como ele teve 427 mil votos e foi o mais votado nas eleições de 2018 para a Assembleia, outros três deputados perderam os cargos: Do Carmo, Emerson Bacil e Cassiano Caron, todos do PSL.

Com isso, assumem as quatro vagas deixadas os suplentes: Adelino Ribeiro (Patri); Nereu Moura (MDB), Elio Rusch (DEM) e Pedro Banzana (PV). Ribeiro foi deputado por um mandato entre 2011 e 2014; Moura é veterano na Casa, com sete mandatos entre 1993 e 2018.

Élio Rusch também foi deputado por sete mandatos no mesmo período, e assumiu o cargo duas vezes durante a licença maternidade de Maria Victória (PP). Já Pedro Banzana (PV) é o único estreante na Casa. Ex-vice-prefeito de Arapongas, na região Norte, atualmente é presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do município.

Com as mudanças, a bancada do PSL, que era a maior da Alep, com oito cadeiras, perde metade das vagas, caindo para quatro deputados.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="800959" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]