Política
Compartilhar

Após prisão, páginas oficiais de Richa saem do ar no Facebook

As páginas do ex-governador e candidato ao Senado pelo Paraná, Beto Richa (PSDB) desapareceram das buscas do Facebook, n..

Andreza Rossini - 11 de setembro de 2018, 14:43

***ATENÇÃO FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 03.06.2015 - O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), durante entrevista na redação da Folha de S.Paulo, na região central de São Paulo (SP). (Foto: Keiny Andrade/Folhapress)
***ATENÇÃO FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 03.06.2015 - O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), durante entrevista na redação da Folha de S.Paulo, na região central de São Paulo (SP). (Foto: Keiny Andrade/Folhapress)

As páginas do ex-governador e candidato ao Senado pelo Paraná, Beto Richa (PSDB) desapareceram das buscas do Facebook, na tarde desta segunda-feira (11).  O perfil no Instagram foi mantido.

Richa foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na manhã desta terça-feira (11).

A prisão foi em decorrência da Operação Rádio Patrulha, que investiga o direcionamento de licitação, para beneficiar empresários, e o pagamento de propina a agentes públicos, além de lavagem de dinheiro, no programa do governo estadual do Paraná, Patrulha do Campo, no período de 2012 a 2014. No programa, o governo locava máquinas para manter as estradas rurais.

A esposa do ex-governador e ex-secretária da família, Fernanda Richa, também foi detida.

A assessoria de imprensa de Richa foi procurada, mas ainda não se pronunciou sobre o assunto.