Política
Compartilhar

Após reverter cassação, vereador renuncia ao cargo na RMC

Para fugir da inelegibilidade um vereador de Colombo, município da Região Metropolitana de Curitiba, acusado pelo crime ..

Fernando Garcel - 25 de maio de 2016, 10:36

Para fugir da inelegibilidade um vereador de Colombo, município da Região Metropolitana de Curitiba, acusado pelo crime de estelionato, e que tinha perdido o cargo, conseguiu reverter a decisão da Justiça. Ao voltar ao plenário da Câmara nesta terça-feira, ele renunciou ao mandato.

O ex-vereador Joaquim Gonçalves de Oliveira, conhecido como Oliveira da Ambulância, foi eleito pelo PTB, e estava enfrentando o terceiro processo de cassação desde que assumiu o cargo. O primeiro processo foi em 2007, quando foi acusado de espancar o enteado de 9 anos. Depois, em 2011, foi acusado de ficar com parte dos salários dos assessores. Em ambos os casos ele foi preso, mas em seguida absolvido pelos colegas de plenário. O último processo é o resultado de uma investigação da Polícia Civil em que Oliveira da Ambulância é acusado pelo crime de estelionato.

Em entrevista à CBN Curitiba, o ex-vereador explicou os motivos da renúncia. Ele pretende disputar as próximas eleições e renunciando, se livra do processo. Oliveira da Ambulância também disse que mesmo sem gabinete, continua prestando assistencialismo social. "Eu atendo meu povo por fora e do jeito que eu posso", disse.

Oliveira da Ambulância atacou os adversários políticos. Segundo ele, é uma espécie de conspiração por parte de quem não consegue vencer nas urnas. "Aqueles que não conseguem ganhar na rua, no voto, quer tirar quem está pra negociar a cadeira", afirma.

Se fosse cassado, Oliveira da Ambulância não poderia concorrer pelos próximos oito anos.

Com informações de Fábio Buchmann, da CBN Curitiba