Barros critica ativismo político com morte de Meurer

Pedro Ribeiro

Ricardo Barros - Jonas Guimarães - TRE-PR - cassados

Para o deputado federal Ricardo Barros, (Progressista), a doença Covid-19 contraída pelo deputado Nelson Meurer na prisão, que veio a óbito neste domingo, aos 78 anos, poderia ter ido uma dor menor junto a seus familiares se o Supremo Tribunal Federal (STF) fosse mais flexível em relação, elo menos, à pessoas que estão infectadas e à beira da morte.

No grupo de risco, Meurer não conseguiu prisão domiciliar, negada seguidamente pelo ministro do STF Edson Fachin.

Ativismo político do judiciário tem que acabar. Lei igual para todos, disse Barros em seu twitter.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.