Barros passa mal em São Paulo e é encaminhado ao Sírio-Libanês

Narley Resende


O ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), foi internado no hospital Sírio-Libanês nesta quinta-feira (9) após um pico de pressão. Barros participava de um seminário no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, quando passou mal. Na agenda do  ministro estava marcada ainda a participação em evento no hospital estadual de Sapopemba, com o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB).

Segundo o Ministério da Saúde, em nota publicada pelo site Poder360, o ministro foi submetido a um eletrocardiograma. Na semana passada, Barros fez um cateterismo, com implantação de um stent em uma artéria.

“O resultado do exame foi considerado normal”, disse o ministério em nota. Barros aguarda a finalização do protocolo de atendimento para receber alta.

Leia a íntegra da nota do Ministério da Saúde:

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, em agenda na cidade de São Paulo nesta manhã, teve um pico de pressão. Como realizou um cateterismo seguido de angioplastia na última semana, a equipe médica realizou um eletrocardiograma. O resultado do exame foi considerado normal. O protocolo para qualquer intercorrência pós-operatória pede que o paciente fique em observação. O ministro, portanto, está bem e aguarda a finalização do protocolo de atendimento.

Previous ArticleNext Article