Beto Richa nega novo pacote de ajuste fiscal no Paraná

Fernando Garcel


Redação com informações da BandNews FM Curitiba

O governador Beto Richa (PSDB) negou que vai preparar um novo pacote de ajuste fiscal para o Paraná. A declaração foi feita durante entrevista coletiva no Palácio do Iguaçu, nesta terça-feira (4).

Richa afirma que não não existe a possibilidade de o governo estadual elaborar um novo pacote de medidas, semelhante ao elaborado em 2015, para cortar os gastos do estado. O governador alega que tudo o que diz sobre o “pacotaço” não passa de especulações.

“Isso é especulação. Aquele pacote de ajuste fiscal deu muito certo e foi bem sucedido. Eram medidas impopulares e abalaram a aprovação do meu governo, mas hoje posso dizer com muito orgulho é um exemplo para o resto do Brasil”, afirma o governador. “Você não encontra no Brasil alguém que esteja investindo como nós”, finaliza Richa.

Mesmo assim, o governador falou que o Paraná deve seguir tomando medidas de austeridade, mas não especificou que medidas seriam essas. “Há, e isso deve ser uma constante em uma administração responsável, medidas de austeridade. Eliminar gastos, supérfluos, diminuir despesas para que tenhamos cada vez mais capacidade ampliada de investimentos”, declarou Richa.

Novo pacotaço

A informação que circulava na imprensa nas últimas semanas é de que o governo estadual poderia elaborar um pacote de medidas que alterasse a aposentadoria e carreira de policiais. Desde que foi reeleito, em 2014, Beto Richa elaborou dois pacotes de ajustes, sendo o segundo o mais polêmico. No primeiro, Richa aumentou impostos e passou a taxar os inativos. No segundo, que culminou com o massacre do 29 de abril, fez uma reforma previdenciária e mexeu em benefícios de servidores públicos.

> Pacotaço do governo passa em primeiro turno na Alep
> Governo quer carta branca para vender imóveis de autarquias e estatais

Previous ArticleNext Article