Lava Jato: Justiça bloqueia R$ 64 mi em ação sobre propina na Transpetro

Redação

lava jato, justiça federal, justiça federal do paraná, jfpr, mpf, 1ª Vara Federal, improbidade administrativa, senador, deputado, fernando bezerra, eduardo da fonte, luiz fernando faria, arthur lira

A 1ª Vara Federal de Curitiba bloqueou mais de R$ 64 milhões de réus da Lava Jato investigados por um esquema de pagamento de propina em contratos da Transpetro.

Essa é a primeira ação de improbidade administrativa que afeta o núcleo da subsidiária de transporte da Petrobras na área do transporte. A decisão atinge o ex-gerente da Transpetro, José Antônio de Jesus, e o executivo da Adriano Correia, das empresas NM Engenharia e Queiroz Correia.

A Justiça Federal decretou a indisponibilidade dos bens para garantir o pagamento das penas, em caso de condenação.

Na ação penal, que corre da na 13ª Vara Federal, o MPF (Ministério Público Federal) acusa José Antônio de Jesus de ter recebido R$ 7,5 milhões em propina para fraudar contratos da Transpetro.

De acordo com o procurador da República Paulo Roberto Galvão, “a operação Lava Jato tem demonstrado que o esquema corrupto revelado na Petrobras também foi replicado em suas subsidiárias, como é o caso da Transpetro. É essencial que o combate à corrupção alcance todos os envolvidos, na esperança de punir aqueles que prejudicaram o cidadão brasileiro e de reaver os valores desviados.”

*Com informações da PR-PR

Previous ArticleNext Article