Política
Compartilhar

Bolsonaro culpa jornalistas por aglomeração após visitar farmácia e hospital

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) culpou jornalistas pela aglomeração formada no momento em que ele deixava uma ..

Redação - 10 de abril de 2020, 18:15

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) culpou jornalistas pela aglomeração formada no momento em que ele deixava uma farmácia de Brasília.

O chefe de estado decidiu ir pessoalmente até uma farmácia depois que deixou o Hospital das Forças Armadas nesta sexta-feira (10).

"Retornando do Hospital das Forças Armadas parei para comprar medicamento na Drogaria Rosário", explicou o presidente, pelo Twitter.

Vários jornalistas, sobretudo repórteres fotográficos e cinematográficos, acompanharam a visita de Bolsonaro a farmácia. O presidente acusou os profissionais pela aglomeração formada na saída do estabelecimento.

"Contrariando normas da Saúde os repórteres se aglomerararam (sic)", completou.

https://twitter.com/jairbolsonaro/status/1248714714525446144

Ontem (9), o presidente da República recebeu críticas por contrariar as recomendações do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial da Saúde) e ir até uma panificadora de Brasília.

Jair Bolsonaro justificou que foi ao estabelecimento tomar um refrigerante.

Sobre a agenda desta sexta-feira (10), a assessoria da Presidência afirmou que Jair Bolsonaro foi ao Hospital das Forças Armadas em “visita ao corpo técnico e aos profissionais de saúde”