Bolsonaro critica Lula durante live que o mostra assistindo pronunciamento de Trump

Vinicius Cordeiro

bolsonaro trump estados unidos irã

Jair Bolsonaro criticou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a live, em sua página no Facebook, que o mostrou acompanhando, pela Globo News, o pronunciamento feito por Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, sobre o conflito com o Irã nesta quarta-feira (8).

Durante a manhã, o petista que declarou que o país não deveria se meter no caso e que “Bolsonaro não faz a menor questão de não ser um lambe botas do Trump” após o atual presidente ter se manifestado, ontem, a favor do ataque americano que resultou na morte de Qasem Soleimani, líder militar do Irã, sob a justificativa que a operação foi um combate ao terrorismo.

“O senhor Luiz Inácio Lula da Silva, enquanto presidente, esteve no Irã e defendeu que aquele país enriquecesse urânio acima de 20%, que seria para fim pacífico. A nossa Constituição diz que o Brasil rege-se, nas suas relações internacionais, pelos seguintes princípios: a defesa da paz e no repúdio ao terrorismo”, declarou Bolsonaro.

“É muito drástico que o Brasil deve se omitir aos acontecimentos. Nós temos que seguir as nossas leis, não podemos extrapolar. Mas acredito que a verdade tem que fazer parte do nosso dia a dia. Nós queremos paz no mundo. Uma boa tarde a todos e que Deus abençoe o nosso Brasil”, completou.

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

TRUMP DIZ QUE IRÃ ESTÁ SE ‘ACALMANDO’

Donald Trump fez um pronunciamento de cerca de 10 minutos. Em tom de vitória na batalha sobre o Irã para a população americana, ressaltou que nenhum soldado morreu no ataque dos iranianos na noite de ontem (7), quando mísseis foram lançados contra duas bases norte-americanas no Iraque.

“Nenhum americano foi ferido no ataque do regime iraniano. Não sofremos mortos, todos os soldados estão seguros e tivemos apenas danos mínimos nas bases militares. As forças americanas estão preparadas para tudo”, disse Trump.

“Irã está se acalmando, o que é uma coisa boa para todas as partes e uma ótima coisa para o mundo inteiro. Enquanto eu for presidente dos Estados Unidos, ao Irã nunca será permitido a ter uma arma nuclear”, completou o presidente americano.

Previous ArticleNext Article