Bolsonaro diz que vê panelaço como “manifestação da democracia”

Vinicius Cordeiro

bolsonaro coronavírus histeria

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta quarta-feira (18) que os ‘panelaços’ são formas da população se expressar. Questionado sobre os protestos da população constatado em diversas cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Brasília, Bolsonaro diz reconhecer o ato como um instrumento do regime democrático.

“Parece que é um movimento espontâneo por parte da população;. Encaro como uma expressão da democracia. Qualquer manifestação popular nas ruas, ou panelaços, devemos entender como pura manifestação da democracia”, disse.

Além disso, o presidente falou sobre a manifestação que convocou em suas redes sociais. Ele pediu aos seus seguidores para fazer um panelaço em apoio ao governo federal às 21h desta quarta-feira (18). Sobre isso, ele pediu para que Globo e Veja Online noticiem as ações favoráveis a ele: “não quero pensar que vocês sejam parciais”, ironizou.

Siga, ao vivo, a entrevista coletiva de Bolsonaro:

https://twitter.com/secomvc/status/1240333403804835840

BOLSONARO RECONHECE GRAVIDADE DO CORONAVÍRUS

Jair Bolsonaro também reconheceu a preocupação causada pelo coronavírus. Ele chegou a afirmar que a doença causou uma “histeria”, mas disse que sua função é levar tranquilidade à população.

“A minha obrigação como chefe de Estado é me antecipar aos problemas e levar a verdade à população brasileira. Já tivemos problemas mais grave no passado. O momento é de união de todos e reflexão. A verdade está aí, é uma questão grave, mas não podemos entrar no campo da histeria. Levar paz e tranquilidade, sem deixar de me preocupar. Tudo que fiz foi para levar tranquilidade. Repito: é grave, é preocupante, mas não chega ao campo de uma comoção nacional. É dessa forma que encararemos essa questão”, declarou.

Para completar, Bolsonaro ainda se gabou da equipe de ministros montada por ele. Na visão do presidente, o seu time está “ganhando de goleada” e é preciso que elogiem ele por isso.

“Acho muito difícil alguém montar um time como eu montei. Espero que a gente entregue, a quem vier suceder, um Brasil muito melhor que eu recebi em 2019”, finalizou.

Previous ArticleNext Article