VÍDEO: Bolsonaro eleva tom e dispara contra a Globo: ‘infernizam a minha vida’

Pedro Ribeiro e Vinicius Cordeiro

bolsonaro globo witzel

Da Arábia Saudita, o presidente Jair Bolsonaro mostrou muita irritação em um ataque à Rede Globo e ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

O vídeo foi uma resposta à reportagem publicada no Jornal Nacional, da Globo. A matéria sugere que Bolsonaro autorizou a entrada de Elcio Queiroz, suspeito de matar a vereadora do PSOL, Marielle Franco, em seu condomínio, na Barra da Tijuca, no dia 14  março de 2018. A matéria foi baseada em um suposto testemunho de um porteiro.

Bolsonaro negou, dizendo que estava na Câmara Federal, em Brasília, onde consta sua presença no painel de parlamentares.

ASSISTA O VÍDEO

“Por que essa patifaria da parte de vocês? Deixem eu governar o Brasil, vocês perderam. Vocês, o tempo todo infernizam a minha vida, p***. Essa patifaria 24h por dia. Agora querem empurrar a Marielle para cima de mim”, disparou.

“Seus patifes da Rede Globo. Patifes! Canalhas! Não vai colar. Não devo nada a ninguém. Não tinha motivo nenhum pra matar quem quer que seja no Rio de Janeiro. Conheci essa vereadora no dia que ela foi executada”, completou.

Além disso, Bolsonaro também disse que, em 2022, quando vencerá o contrato de concessão, não fará nada além do legal. Se estiver com problemas, o contrato não será renovado e a Rede Globo perderia a concessão.

Por fim, ainda inocentou o porteiro, testemunha que embasou a reportagem da Globo.

“Tenho pena do porteiro. Tenho certeza que ele não sabe o que assinou. Acredito que tenha sido vítima de uma farsa”, completou.

BOLSONARO: ATAQUE A WITZEL

Visivelmente irritado, falando às 3h30 da madrugada (horário na Arábia Saudita), o presidente Bolsonaro acusou Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, de ter vazado documentos para a Globo.

“O governador Witzel que se explique agora como vazou esse processo. O senhor só se elegeu porque ficou colado, o tempo todo, com meu filho Flávio Bolsonaro. O senhor quer disputar a presidência em 2022. Legítimo, nada contra. Mas, para chegar lá, ao que tudo indica, você terá que destruir a família Bolsonaro”, comentou.

Bastante nervoso, o presidente disse que querem prejudicá-lo de qualquer jeito e disse ser alvo de patifaria. A Globo quer trair o Brasil.

“Parem de trair o Brasil, vocês querem arrebentar com o Brasil. Fui candidato sabendo dos problemas, mas não esperava tanta patifaria assim. É um desgaste para todo mundo da minha família. Quando prender um filho meu, vão ficar satisfeitos”, seguiu disparando.

“Não é que vocês não vão me pegar. Vocês não tem o que me pegar. E ficam inventando essas patifarias, assim como inventaram essa questão”, completou.

Por fim, o  presidente lembrou do caso da avó de Michelle Bolsonaro, sua esposa, que foi presa por tráfico de drogas e também do repórter da Época que se apresentou como “gay” para fazer consultas na clinica de psicologia de sua nora, apenas para vasculhar a sua vida e de seus filhos.

“Me desculpem a maneira exaltada. Chega ao limite, sou ser humano”, finalizou Bolsonaro.

 

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal