Bolsonaro disse que gostaria de agredir repórter: ‘encher sua boca de porrada’

Redação


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou neste domingo (23) que gostaria de agredir um repórter do jornal O Globo. A informação foi divulgada pelo UOL.

“Vontade de encher sua boca de porrada”, respondeu o presidente da República após o jornalista perguntar sobre os cheques que a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, teria recebido de Fabrício Queiroz.

‘ENCHER TUA BOCA DE PORRADA’, DIZ BOLSONARO PARA REPÓRTER

A agressão verbal de Bolsonaro contra o jornalista do jornal o Globo aconteceu durante uma visita à Catedral de Brasília. Em seguida, outros profissionais que estavam no local perguntaram para o presidente se a afirmação era uma ameaça.

Porém, Bolsonaro não respondeu e deixou o local minutos segundos depois. Até o fechamento da matéria, nenhum vídeo de Bolsonaro afirmando que gostaria de agredir o repórter foi divulgado.

De acordo com a Folha de São Paulo, Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, depositou, pelo menos, 21 cheques para Michelle Bolsonaro. Os primeiros pagamentos para a primeira-dama aconteceram em 2011.

Isso contesta a versão que o presidente divulgou, de que Queiroz teria pago um único cheque para Michelle.

GOVERNO COMPLETA 600 DIAS

Neste domingo (23), o Governo Bolsonaro completa 600 dias. De acordo com um balanço publicado pela Casa Civil, a pasta destaca as medidas no enfrentamento à pandemia da Covid-19, como o pagamento do auxílio emergencial que beneficiou, direta e indiretamente, mais de 126 milhões de pessoas.ebcebc

De acordo com o balanço, essas ações representam impacto primário equivalente a 8% do PIB (Produto Interno Bruto). “O impacto do enfrentamento à pandemia soma mais de R$ 1,1 trilhão, considerando os gastos direto do Tesouro Nacional, a liberação de crédito e a suspensão e ampliação de prazos para pagamentos, entre outras medidas”, informou.

Previous ArticleNext Article