Queda de Temer é dada como certa, afirma Alvaro Dias

Jordana Martinez

A Câmara Federal deve aceitar a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer, afirma o senador Alvaro Dias (Podemos), nas redes sociais.

“Esta é a primeira denúncia. Consta que outras duas, pelo menos, virão na sequência. Se o presidente conseguir evitar os votos para a admissibilidade da denúncia, nós teremos ainda que resolver outras duas denúncias preparadas pelo procurador-geral da Repúbica”, afirmou no Facebook.

Para Alvaro Dias, tudo caminha para a eleição indireta do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), já que, segundo ele, “não haveria tempo hábil para aprovar a mudança na Constituição para eleições diretas”. Segundo o senador, nos bastidores os aliados já estariam, inclusive, dividindo cargos num possível “governo Maia”.

“Só mudaria o nome da crise de Temer para Maia,” diz Alvaro Dias.


“Quando houve o impeachment da presidente Dilma, eu defendi a tese de que o impeachment deveria ser completo. Denunciei as pedaladas do Temer quando, no exercício do mandato, em viagem da presidente Dilma, Submeti até ao Tribunal de Contas para a sua avaliação. O mesmo crime de responsabilidade praticado por Dilma foi praticado por Temer… Teríamos então eleições diretas e não estaríamos vivendo essa crise política monumental que estamos vivendo agora”, lamentou.

Post anteriorPróximo post
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
Comentários de Facebook