Política
Compartilhar

Campanha recomeça em clima amistoso

(Thiago Machado, Metro Jornal Curitiba) O compromisso dos dois candidatos à prefeitura, de manter uma campanha propositi..

Redação - 06 de outubro de 2016, 09:30

(Thiago Machado, Metro Jornal Curitiba)

O compromisso dos dois candidatos à prefeitura, de manter uma campanha propositiva foi mantido ontem, no primeiro debate do segundo turno, promovido pelo jornal Gazeta do Povo.

Rafael Greca (PMN) e Ney Leprevost (PSD) divergiram sobre a proposta de redução no preço da tarifa de ônibus e também sobre o uso de guardas municipais para proteção dos coletivos, mas usaram a maior parte dos seus 40 minutos para apresentar propostas.

O momento mais quente foi logo no começo do encontro, quando Greca questionou como o rival pretende baixar em R$ 0,15 a passagem. Ney respondeu que o fará com economia nos atuais custos da Urbs, o que, segundo Greca, não seria possível: “Não vamos prometer o que nem eu e nem o senhor podemos cumprir”, disparou.

A criação de um grupo de guardas municipais para impedir o assédio nos ônibus também foi contestada. Segundo Greca, a proposta não seria factível com o atual efetivo. Ney no entanto contestou, garantindo que serão destacados 90 homens para a função.

Na sequência, não passou em branco o apoio do governador Beto Richa (PSDB) para Rafael Greca. Segundo Ney, o adversário terá que arcar com o “ônus ou bônus” do companheiro. Em resposta, Greca lembrou que o próprio Ney já fez campanha para o atual adversário, ao que Leprevost respondeu que só o fez a pedido do ex-governador Jaime Lerner.