Candidato do PROS quer prefeitura focada no usuário de serviços públicos

Narley Resende


ADEMAR PEREIRA

Por que o eleitor deve te escolher?

Eu sou fruto da indignação da sociedade sobre a forma como os políticos fazem a gestão do dinheiro e sobre como fazem a política da cidade e do país. Eu fui para a rua nas manifestações. Sou um crítico da ineficiência na máquina pública. Aceitei o convite do Pros para fazer essa discussão, de por quê não temos certas coisas em Curitiba. Porque aqueles que comandam a cidade a 30 anos não fizeram estas coisas.

Quais são as suas ideias para a cidade?

Quando eu recebi o convite, fui estudar e identifiquei onde estão os principais nós da gestão. Não se faz administração do jeito certo em Curitiba. Uma cidade é eminentemente serviço, tanto público como privado. E nós somos muito ruins no serviço público, porque eles não são focados no usuário.

Eu presto serviços na minhas empresas e eu foco no usuário, já a cidade não tem essa preocupação. Um exemplo é o transporte: definiram os preços, mas o usuário passa duas horas no ônibus. Nós vamos fazer Curitiba funcionar para o cidadão.

Como fazer funcionar?

Queremos fazer a descentralização para termos de fato 10 prefeituras na cidade. Elas vão fazer a gestão, a manutenção das ruas, os festivais de cultura, de esporte.

Vamos fazer um trabalho de contraturno em parceria com os clubes da cidade, nas periferias da cidade, para tirar as crianças das ruas, e com isso vamos diminuir o acesso às drogas. Nosso projeto é fazer a cidade funcionar também aos empresários, hoje é muito difícil abrir um porta em Curitiba.

(Band Curitiba e Metro Jornal)

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="387034" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]