Carlos Bolsonaro comemora alta do pai, critica a imprensa e contradiz Planalto

Angelo Sfair

carlos bolsonaro twitter jair bolsonaro alta cirurgia imprensa planalto facada cirurgia foto reprodução

Pouco depois de o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deixar o hospital, após receber alta de uma cirurgia para corrigir uma hérnia incisional, o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) foi às redes sociais para comemorar. Pelo Twitter, o parlamentar também criticou a postura de “grande parte da imprensa” por supostamente “minimizar os reais motivos de mais uma cirurgia”. No entanto, Carlos Bolsonaro não considerou que a versão oficial do procedimento foi repassada pelo Palácio do Planalto.

“Mais uma fase dessa tentativa de assassinato se foi! Que seja a última!”, escreveu Carlos, pelo Twitter, fazendo alusão ao episódio à facada recebida pelo então candidato à presidência Jair Bolsonaro, em setembro de 2018.

O vereador eleito pelo município do Rio de Janeiro (RJ) mostrou-se confuso ao criticar “grande parte da imprensa” por supostamente construir uma “narrativa de simples ‘hérnia’, tentando minimizar os reais motivos de mais uma cirurgia”, disparou.

Ao insinuar uma suposta construção de uma narrativa deliberadamente falsa, sem maiores explicações, Carlos Bolsonaro ignorou a própria comunicação oficial do governo e colocou em xeque as informações repassadas diariamente pelo cirurgião-chefe Antônio Macedo, responsável pela operação do presidente da República.

Por meio de nota, o Palácio do Planalto reafirmou que Jair Bolsonaro recebeu alta nesta segunda-feira após apresentar melhora nas condições de saúde, e que “ele havia sido internado para uma cirurgia de correção de hérnia incisional, que surgiu no local em que foi atingido por uma facada, em 2018”.

Alta de Jair Bolsonaro

O presidente da República deixou nesta segunda-feira (16) o hospital Vila Nova Star, em São Paulo (SP). Ele seguirá para Brasília, onde continuará em recuperação. De acordo com o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros, Jair Bolsonaro ainda ficará dois dias em repouso, seguindo as recomendações médicas.

Até retomar as atividades, o vice-presidente Hamilton Mourão segue à frente do governo federal.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="657814" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]