Cármen Lúcia, do STF, determina abertura de inquérito contra Ricardo Salles

Matheus Teixeira - Folhapress e Marcelo Rocha - Folhapress

Cármen Lúcia, do STF, determina abertura de inquérito contra Ricardo Salles

A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou a abertura de inquérito para investigar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

A magistrada atendeu pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República), que havia solicitado a instauração de investigação na última terça-feira (31).

A Procuradoria havia informado ao Supremo a necessidade de apurar a suspeita dos crimes de advocacia administrativa, dificultar a fiscalização ambiental e embaraçar a investigação de infração que envolva organização criminosa.
Salles já é alvo de um inquérito no Supremo, sob a relatoria do ministro Alexandre de Moraes, sobre suspeita de facilitação a exportação ilegal de madeira.

A decisão foi tomada em notícia-crime apresentada em abril contra Salles por suposta atuação para atrapalhar a apuração da maior apreensão de madeira do Brasil, feita na Operação Handroanthus.

LEIA MAIS: Autonomia médica não é licença para experimentação’, afirma ex-secretária Luana Araújo

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="768054" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]