Política
Compartilhar

Cesar Maia é confirmado como vice de Freixo ao governo do RJ

Em junho, Marcelo Freixo já havia manifestado o interesse em ter o ex-adversário político como vice na própria chapa.

Redação - 28 de julho de 2022, 12:24

(Foto: Carlos Alves/Onzex Press e Imagens/Folhapress)
(Foto: Carlos Alves/Onzex Press e Imagens/Folhapress)

O ex-prefeito e atual vereador do Rio de Janeiro, Cesar Maia (PSDB), foi confirmado como pré-candidato a vice-governador do estado na chapa de Marcelo Freixo (PSB). O anúncio oficial foi feito na quarta-feira (27).

Após entrevista coletiva que confirmou a aliança entre PSB e PSDB no estado, Cesar se manifestou nas redes sociais: "Vamos juntos na reconstrução e na defesa do nosso estado".

Já Freixo disse que a aliança "tem o espírito do diálogo". "Precisamos de união pra trabalhar e fazer com que as nossas famílias voltem a ter paz pra prosperar e melhorar de vida", publicou no Twitter.

Em junho, o pré-candidato já havia manifestado o interesse em ter o ex-adversário político como vice na própria chapa.

À época, em entrevista ao jornal O Globo, Freixo afirmou: "Tenho o desejo de ter o Cesar como vice, sim. Me agrada muito essa possibilidade, o convite está na mesa e a aliança está sendo construída". Cesar foi prefeito do Rio de Janeiro por três mandatos: entre 93 e 97; e 2001 e 2009.

O entrave para a aliança entre PSB e PSDB no Rio de Janeiro estava no PSD, do prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes. Ele queria o apoio dos tucanos ao correligionário Felipe Santa Cruz na corrida ao Palácio Guanabara.

No entanto, o partido foi convencido a se unir ao PDT, e Santa Cruz foi anunciado como vice na chapa de Rodrigo Neves ao governo do Rio de Janeiro.

CESAR MAIA E MARCELO FREIXO JÁ ESTIVERAM DE LADOS OPOSTOS NO RJ

Cesar Maia e Marcelo Freixo já estiveram de lados opostos no Rio de Janeiro. Quando foi eleito deputado estadual pela primeira vez, em 2007, Freixo era contrário à administração de Cesar na cidade do Rio de Janeiro. 

Filiado ao PSOL desde então, Freixo foi candidato à prefeitura da capital fluminense pela primeira vez em 2012. Um dos concorrentes era Rodrigo Maia, filho de Cesar. A eleição foi vencida justamente pelo atual prefeito da cidade, Eduardo Paes, no primeiro turno.

Em 2021, com o objetivo de buscar apoios para se candidatar ao governo do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo deixou o PSOL e entrou no PSB.