Cidadania afasta deputado estadual que apalpou seio de colega em São Paulo

Redação

Fernando Cury e Isa Penna

A Presidência Nacional do Cidadania decidiu nesta sexta-feira (18), pelo afastamento do deputado estadual Fernando Cury, que foi acusado de apalpar o seio da deputada estadual Isa Penna (PSOL), em uma sessão parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, na última quarta-feira (16).

As imagens das câmeras que filmaram a sessão parlamentar mostraram Fernando Cury se aproximando por trás de Isa Penna e então tocando no seio da deputada, na frente do presidente da Assembleia, deputado estadual Cauê Macris (PSDB).

O afastamento de Fernando Cury vai seguir até a conclusão do processo no Conselho de Ética do Cidadania, sendo que a primeira reunião deve ocorrer ainda nesta sexta-feira.

“Acrescentamos a evidente urgência na apuração dos fatos, sem prejuízo do contraditório e da ampla defesa, considerando que a acusação refere-se a uma conduta absolutamente incompatível com os princípios defendidos pelo partido”, pontuaram em nota o presidente nacional do Cidadania, Roberto Freira, e o presidente do partido em São Paulo, Arnaldo Jardim.

Fernando Cury tem agora oito dias úteis para a apresentar ao Comité de Ética do partida a sua defesa, sendo que entre as sanções possíveis ao parlamentar está a expulsão do partido.

Já o processo dentro da Assembleia deve começar apenas em março de 2021, porque os deputados entraram em recesso parlamentar. O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar é formado por oito parlamentares, sendo que apenas a presidente do conselho, a deputada Maria Lúcia Amary (PSDB), é mulher.

LEIA MAIS: Explosão de casos pode acontecer a qualquer momento, alerta Beto Preto: ‘momento crítico’

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="735128" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]