Cinco deputados paranaenses não votaram pela cassação de Cunha

Roger Pereira


A bancada paranaense registrou 25 votos a favor da cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB). Nenhum deputado do estado votou contra o relatório do Conselho de Ética da Câmara. Presentes na sessão, no entanto, os deputados Alfredo Kaefer (PSL) e Nelson Meurer (PP) se abstiveram da votação – posição que era considerada favorável a Cunha, uma vez que a cassação dependia de 257 votos “sim”.

Além das duas abstenções, outros três deputados sequer compareceram à sessão, estratégia também adotada por alguns aliados de Cunha. Não registraram presença na sessão histórica desta segunda-feira os deputados Fernando Francischini (SD), Takayama (PSC) e Toninho Wandscheer (Pros).

Cunha foi cassado, na noite desta segunda-feira, com 450 votos a favor e 10 contrários. Foram registradas, ainda, nove abstenções e 42 ausências do plenário.

A assessoria de imprensa do deputado Fernando Francischini procurou a reportagem informando que o nome do deputado do Solidariedade constou indevidamente entre os deputados ausentes uma vez que ele está de licença da Câmara há dois meses. “O deputado Francischini já está há quase 2 meses licenciado do exercício do Mandato, muito tempo antes da marcação desta votação, para tratamento de seu filho de 6 anos, que é Espectro Autista, conforme pareceres médicos e aprovação do DEMED e da 3ª Secretaria da Mesa da Câmara”, explicou a assessoria do parlamentar.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="385052" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]