‘Malandrão’: Ciro Gomes critica associação de Moro a consultoria que atende Odebrecht

Redação

Ciro Gomes decide aderir a manifestações de 12 de setembro pelo impeachment de Bolsonaro

Os ex-governador do Ceará Ciro Gomes, que concorreu à presidência em 2018 pelo PDT, criticou a associação do ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro à consultoria norte-americana Alvarez & Marsal.

A companhia é quem administra a recuperação judicial do Grupo Odebrecht, um dos principais alvos da Operação Lato, cujos processos foram conduzidos sob a batuta de Moro entre 2014 e 2018.

“Malandrão! Sérgio Moro agora é sócio-diretor da empresa que trabalha na defesa da Odebrecht, empreiteira investigada pela Lava Jato”, criticou Ciro Gomes, pelo Twitter.

O presidenciável ponderou que a afiliação coloca em dúvida a integridade do ex-juiz. “Mais uma vez, Moro fica sob a luz difusa do abajur lilás com discursos de integridade e anticorrupção. O povo brasileiro está atento!”, concluiu.

Também pelo Twitter, ainda pela manhã, Sergio Moro se antecipou às críticas que viria a receber por se tornar sócio-diretor do escritório que conduz a recuperação judicial da Odebrecht.

“Não é advocacia, nem atuarei em casos de potencial conflito de interesses”, disse.

Como juiz responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, entre 2014 e 2018, Sergio Moro foi responsável pelas principais condenações da empreiteira durante o período.

Entre elas, a do herdeiro do grupo, Marcelo Odebrecht, que cumpre a condenação por corrupção nos termos da delação premiada negociada com o Ministério Público.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="731602" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]