Política
Compartilhar

CMC vai apurar denúncia de uso irregular de veículos oficiais

Utilização de carros oficiais ligados aos vereadores Renato Freitas (PT) e Carol Dartora (PT) será investigada pela corregedoria da Câmara de Curitiba.

Johan Gaissler - 20 de julho de 2022, 12:56

(Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
(Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

A CMC (Câmara Municipal de Curitiba) vai apurar a denúncia de uso irregular de veículos oficiais. O presidente da casa, vereador Tico Kuzma (PROS) encaminhou o pedido à corregedoria da Câmara na terça-feira (19). 

"Encaminhei à corregedoria da Câmara Municipal de Curitiba pedido para apurar denúncia sobre o uso irregular de veículo da CMC. O pedido tem como base informações publicadas em redes sociais e veiculadas na imprensa do uso irregular de um veículo da CMC no último fim de semana", publicou Kuzma nas redes sociais.

A investigação se dará pela utilização de carros oficiais ligados aos vereadores Renato Freitas (PT) e Carol Dartora (PT). Os veículos são adesivados com os dizeres "Câmara Municipal de Curitiba - Uso exclusivo em serviço".

"Para uso do mandato, esses veículos estão autorizados [para uso]. Estão surgindo algumas dúvidas e debates sobre o real uso desses veículos que estão à disposição dos gabinetes parlamentares", explicou o presidente da CMC em entrevista à BandNews FM.

USO IRREGULAR DE VEÍCULOS OFICIAIS DA CÂMARA DE CURITIBA

Os dois casos de possível uso irregular de veículos oficiais da Câmara Municipal de Curitiba são ligados aos vereadores Renato Freitas (PT) e Carol Dartora (PT).

No caso de Renato Freitas, ele foi filmado com o carro da CMC junto da mãe e da filha, na região central da capital paranaense.

"Eu estava na Praça Rui Barbosa, junto à população em situação de rua atendendo e colhendo demandas e reivindações. O carro estava estacionado ao lado da praça e minha mãe me ligou. Eu falei: 'Vem aqui que a gente vai junto pra casa'. E assim ocorreu. Ela veio com minha filha. Passamos na farmácia para comprar um remédio e pegamos exames médicos dela", explica o petista.

Já na situação de Carol Dartora, o automóvel foi visto na rodovia BR-277, no trecho que liga Curitiba a Ponta Grossa.

Por meio de nota, a vereadora disse que foi a Maringá para realizar uma atividade oficial. Na ocasião, ela participou de rodas de conversa com movimentos sociais sobre políticas públicas para a população LGBTQIA+.