CNMP abre reclamação contra Deltan Dallagnol

Ana Cláudia Freire

deltan dallagnol intercept

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da  Lava Jato, terá de responder nos próximos dias à reclamação disciplinar que foi aberta na noite desta sexta-feira (2), pelo Conselho Nacional do Ministério Público Federal (CNMP), Orlando Rochadel.

O CNPM se baseou em mensagens e documentos obtidos pelo The Intercept Brasil e analisados em conjunto com a Folha de S. Paulo, que publicou o caso no último dia 26.

As mensagens trariam conteúdos que ligam o procurador a uma negociação de palestra remunerada, no valor de R$ 33 mil, a uma empresa que havia  sido citada em acordo de delação, em um caso de corrupção investigado pela própria força-tarefa da Lava Jato.

Além disso, Deltan teria aproximado membros da procuradoria e representantes da empresa Neoway com objetivo de usar os produtos da empresa em trabalhos da força-tarefa.

Todos esses pontos devem ser analisados pelo conselho e o plenário do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) decidirá pela abertura dou não do PAD, processo disciplinar.

Nesse primeiro momento, o CNMP deverá fazer uma apuração do caso para que o Corregedor solicite informações e faça a instrução. O Conselho poderá ou não arquivar de acordo com os elementos apresentados.

O procurador da força-tarefa não irá se manifestar sobre assunto.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista - Chefe de Redação do Paraná Portal