Política
Compartilhar

Com escolas ocupadas, Justiça altera locais de votação no PR; confira o mapa

Com a ocupação de escolas por estudantes que protestam contra as reformas propostas pelo presidente Michel Temer, a Just..

Fernando Garcel - 21 de outubro de 2016, 12:42

Com a ocupação de escolas por estudantes que protestam contra as reformas propostas pelo presidente Michel Temer, a Justiça determinou a mudança dos locais de votação do segundo turno em Maringá, Curitiba e Ponta Grossa. Como há prazos legais a serem cumpridos, os novos locais já foram definidos e não serão alterados mesmo em caso de desocupação das escolas antes da data das eleições.

> Desocupação para o Enem será discutida em assembleia

No noroeste, os maringaenses terão 337 seções em endereços diferentes. Dos 261.717 eleitores da cidade, 102.609 mil terão suas seções alteradas para o segundo turno das eleições municipais, marcado para o próximo dia 30 de outubro. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a mudança de 31 locais de votação se deve às ocupações de estudantes nas escolas estaduais. "Traçamos um plano de contingência e não vamos usar nenhuma escola estadual no segundo turno, nem mesmo as que não estão ocupadas, para não interferir no direito de manifestação dos estudantes", explicou a chefe da 137ª Zona Eleitoral, Elaine Berbete.

A Justiça Eleitoral deve colocar cartazes nos antigos locais de votação para informar os eleitores sobre a mudança e os novos endereços. Não será enviado comunicado individual.

Mudança dos locais de votação em Maringá:

No total, são 337 seções que foram remanejadas para escolas municipais e particulares, universidades, creches, salões paroquiais e associações. "Procuramos espaços próximos ao local original de votação para não causar muito transtorno ao eleitor. Em alguns bairros, como no centro, a distância será bem pequena", afirmou Elaine.

> Ulisses Maia promete cortar gastos do Executivo com comissionados

> Silvio Barros destaca boa relação com governos federal e estadual

Confira abaixo, um mapa interativo com as mudanças anunciadas pela Justiça. No canto superior esquerdo, você pode buscar a Zona Eleitoral, o antigo e novo local de votação.

 

Mudança dos locais de votação em Ponta Grossa:

Em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, 24 escolas estaduais estão ocupadas por estudantes. Os eleitores terão seus locais de votação transferidos para escolas particulares, municipais, espaços religiosos e centros de saúde. De acordo com a Justiça Eleitoral, dos 222.716 eleitores de Ponta Grossa, mais de 60 mil votarão em local diferente no segundo turno.

> Ponta Grossa: Aliel Machado abre série de entrevistas para o segundo turno

Confira abaixo, um mapa interativo com as mudanças anunciadas pela Justiça. No canto superior esquerdo, você pode buscar a Zona Eleitoral, o antigo e novo local de votação.

Mudança dos locais de votação em Curitiba:

Em Curitiba, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Luiz Fernando Tomazi Keppen, deve divulgar os novos locais de votação em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (21) e apresentar a estratégia para garantir que os eleitores encontres os locais de votação nas três cidades paranaenses.

Confira os novos locais de votação de Curitiba neste link.

Com informações de Rosangela Gris, do Metro Jornal Maringá