Comissão aprova política de estímulo ao empreendedorismo de jovens no campo

Mariana Ohde


A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou proposta do Senado que cria a Política Nacional de Estímulo ao Empreendedorismo do Jovem do Campo (PNEEJC). O objetivo do PL 6900/17 é estimular o empreendedorismo entre os filhos de agricultores e apoiar iniciativas que deem a eles viabilidade econômica para permanecer no meio rural.

O texto recebeu parecer favorável do relator, deputado Carlos Melles (DEM-MG). Ele destacou a importância do projeto para fixar os jovens no meio rural.

“Considero a medida de especial interesse da agricultura familiar, cujos jovens, diante da falta de perspectivas na área rural, assim como das restrições que enfrentam, enxergam a migração para os centros urbanos uma alternativa atraente”, disse Melles. Ele apresentou uma emenda que promove apenas ajustes de redação no texto.

Alvo

A PNEEJC tem como público alvo jovens com idade entre 15 e 29 anos. A política estrutura-se em quatro conjuntos de ações: educação empreendedora; inserção de jovens empreendedores nos sistemas de produção agropecuários; difusão de tecnologia no meio rural; e capacitação técnica.

Em relação à capacitação, a PNEEJC engloba aspectos como a oferta de conhecimentos relacionados ao empreendimento rural; noções sobre funcionamento do mercado; compreensão das variáveis econômicas determinantes da viabilidade do empreendimento rural; planejamento e viabilidade econômica de projetos e gestão financeira.

Tramitação

O PL 6900/17 tramita em caráter conclusivo e será apreciado agora nas comissões de Educação; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal