Comissão do Impeachment ouve últimas testemunhas nesta quarta-feira

Mariana Ohde


Fonte: Agência Senado

A Comissão Especial do Impeachment ouvirá nesta quarta-feira (29), a partir das 11h, as testemunhas no processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Quatro depoimentos fecharão essa etapa dos trabalhos. Depois disso, a comissão só voltará a promover audiências na semana que vem.

As testemunhas convocadas são: João Luiz Guadagnin, diretor do Departamento de Financiamento e Proteção da Produção do Ministério do Desenvolvimento Agrário; Marcel Mascarenhas dos Santos, procurador do Banco Central; Fernando Rocha, chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central; e Paulo José dos Reis Souza, subsecretário de Política Fiscal da Secretaria do Tesouro Nacional.

Nesta terça-feira (28) a comissão também ouviu quatro testemunhas: os ex-ministros Aldo Rebelo, da Defesa, e Luís Inácio Adams, da Advocacia-Geral da União; Maria Fernanda Ramos Coelho, ex-secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário; e Antônio Carlos Stangherlin Rebelo, responsável técnico para análise de créditos suplementares junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Novos prazos

Na sexta-feira (1º) a comissão deve receber esclarecimentos sobre a perícia técnica apresentada no início da semana. Os servidores do Senado responsáveis pelo trabalho receberam questionamentos da defesa, do relator Antonio Anastasia (PSDB-MG) e de senadores membros da comissão. O prazo para entrega dos esclarecimentos pelos peritos foi estendido em algumas horas, encerrando-se às 20h de sexta-feira.

Da mesma forma, o prazo para entrega do laudo pericial dos peritos assistentes foi estendido até as 18h da próxima segunda-feira (4). Eles foram indicados pela acusação e pela defesa e proverão mais um suporte técnico à comissão.

No dia 5, a próxima terça-feira, a Comissão do Impeachment promoverá uma audiência com o coordenador da perícia técnica e com dois peritos assistentes, para debater os resultados e as conclusões das perícias.

Membros

A comissão teve duas mudanças em sua composição durante esta semana: a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), indicada para a liderança do governo no Congresso, dá lugar ao senador Magno Malta (PR-ES). A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) ocupará a vaga que era do senador José Pimentel (PT-CE).

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal