Política
Compartilhar

Comissário da União Europeia critica imagens do Brasil durante pandemia: vergonhosas

O italiano Paolo Gentiloni, comissário da União Europeia, criticou as imagens de aglomerações no Brasil durante a pandem..

Redação - 03 de janeiro de 2021, 10:00

Matinhos (PR), 30/12/2020 - Praias - Movimentação nesta quarta-feira (30), na praia de Caioba, na cidade de Matinhos, no estado do Parana. (Foto: Ernani Ogata/Código 19/Folhapress)
Matinhos (PR), 30/12/2020 - Praias - Movimentação nesta quarta-feira (30), na praia de Caioba, na cidade de Matinhos, no estado do Parana. (Foto: Ernani Ogata/Código 19/Folhapress)

O italiano Paolo Gentiloni, comissário da União Europeia, criticou as imagens de aglomerações no Brasil durante a pandemia do coronavírus.

"Tenho visto imagens vergonhosas do Brasil. Média da última semana: 36 mil casos e 700 vítimas por dia pela pandemia", escreveu Gentiloni no Twitter.

https://twitter.com/PaoloGentiloni/status/1345372778963329030

Atual comissário da União Europeia, Gentilo já foi primeiro-ministro da Itália entre dezembro de 2016 e junho de 2018. Conforme os dados do Ministério da Saúde, o Brasil acumula 195.725 mortes e  7.716.405 infectados.

A visão europeia sobre o Brasil é cada vez pior. Conforme relatos do correspondente internacional Jamil Chade, do UOl, a OMS já contradisse o presidente Jair Bolsonaro, que já teve a gestão da pandemia atacada por uma alta comissária da ONU (Organizações das Nações Unidas). O país sofre uma crise de credibilidade internacional.