Conselho de Ética da Câmara abre processo contra Nelson Meurer

Cristina Seciuk - CBN Curitiba


O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados instaurou nesta quarta-feira (04) processo disciplinar contra o deputado federal do Paraná Nelson Meurer (PP), com base em duas representações, apresentadas pela Rede Sustentabilidade e o Psol.

Na sessão da manhã desta quarta foi definida tramitação conjunta com relator único, que ainda será escolhido a partir da lista tríplice sorteada, composta pelos parlamentares Izalci Lucas (PSDB-DF), José Carlos Araújo (PR-BA) e Pompeo de Mattos (PDT-RS).

O processo pede a cassação de Nelson Meurer, por quebra do decoro parlamentar, acusado de ter recebido propina de R$ 29 milhões no esquema de corrupção da Petrobras. Em maio deste ano, o parlamentar foi condenado pela segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.

Conforme as investigações e a denúncia feita pelo Ministério Público Federal, Meurer teria usado sua posição como líder do partido para manter o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, no cargo, de modo a garantir vantagens indevidas para si e para o partido entre os anos de 2006 e 2014. De acordo com a denúncia, ele teria solicitado e aceitado, de forma periódica, pelo menos R$ 29,7 milhões, correspondentes a 99 repasses de R$ 300 mil mensais, fruto do desvio de recursos no âmbito da Diretoria.

A reportagem da CBN Curitiba tenta falar com o deputado, mas não conseguiu contato até o fechamento desta reportagem. Nelson Meurer sempre negou as acusações e quaisquer irregularidades.

Previous ArticleNext Article