Política
Compartilhar

Conselho de Segurança da ONU aprova reunião emergencial

O Brasil votou a favor do encontro emergencial para tratar da invasão russa ao país vizinho, através do diplomata Ronaldo Costa Filho

Redação - Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil - 27 de fevereiro de 2022, 18:59

UN Photo/Loey Felipe
UN Photo/Loey Felipe

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou hoje (27) uma resolução pedindo uma reunião de emergência da Assembleia Geral para tratar da ação militar da Rússia na Ucrânia.

Foram 11 votos de membros do Conselho favoráveis à realização da reunião de emergência da Assembleia Geral. O Brasil votou a favor do encontro emergencial para tratar da invasão russa ao país vizinho, através do diplomata Ronaldo Costa Filho.

A Rússia votou contra e China, Índia e Emirados Árabes Unidos se abstiveram. A reunião emergencial da Assembleia Geral da ONU vai acontecer amanhã (28).  

Na reunião desta tarde, o Conselho de Segurança aprovou a invocação de um mecanismo chamado Unidos pela Paz (Uniting for Peace, em inglês), com base na Resolução 377 da Assembleia Geral, aprovada em 1950.

A resolução diz que a Assembleia Geral, composta pelos 193 países-membros, também pode tomar medidas se o Conselho de Segurança não agir em caso de ameaça ou uma violação da paz, ou um ato de agressão, em razão do veto de um de seus cinco membros permanentes.

A assembleia pode considerar o assunto imediatamente com a intenção de fazer recomendações aos Estados-membros para tomarem medidas coletivas para manter ou restaurar a paz e a segurança internacionais.

Na sexta-feira (25) a Rússia, um dos cinco países-membros com poder de veto, votou contra uma resolução que condenava a invasão à Ucrânia. Esta foi a primeira vez desde 1982 que o Conselho de Segurança pede uma sessão de emergência da Assembleia Geral.